FAZ TU MESMO logo_cnccr
 
Uma Lamparina Improvisada

<<< voltar

lamparina

Improvisada e económica, porque aproveita os cotos das velas que não podem arder até ao fim, nas palmatórias ou castiçais.

<<< voltar

lamparina

Espeta-se um prego na parte inferior do coto, de modo que ele fique mergulhado até ao bordo superior na água contida num copo, havendo cuidado em não deixar molhar o pavio.

<<< voltar

lamparina

Acendendo este, o coto arderá até ao fim sem que a água o apague. O copo deve ser afunilado para a base, isto é, deve ter a boca de maior diâmetro que a base, a fim de evitar que a chama lamba o vidro, quando por acaso o coto se encoste à parede do copo.

“Uma lamparina improvisada” in Cosmos, Revista Magazine Popular Ilustrada, vol. IX, 1907, pp. 58-59, BNP.